O mercado de contratações pós COVID-19